Acervos

A criação da Biblioteca da PRODEPA se deu entre os meses de maio e junho de 1978. 
Os primeiros títulos reunidos para formar seu acervo constavam de doações e de ofertas de outros setores da Empresa, como livros, revistas, manuais de sistemas da IBM, etc., 
tudo dirigido a um espaço determinado para esse fim, resultando, daí na criação da Biblioteca propriamente dita.
Durante certo tempo, seu acervo era constituído apenas de doações. Com o passar dos anos, sentindo a necessidade de disponibilizar ao seu Corpo Técnico literatura especializada nos assuntos inerentes a área de trabalho, a Empresa partiu para aquisição de livros, assinatura de revistas, e etc.
Recentemente, a Biblioteca foi modernizada, ganhando seu espaço no junto ao Centro de Treinamento e Capacitação ( CTC ) e ao Memorial Histórico da PRODEPA.
Esse novo espaço dispõe de cabines de leitura para livros virtuais, os e-books, e oferece novos livros à disposição dos funcionários da Empresa.
O seu acervo físico contempla mais de 800 obras, distribuídas entre livros técnicos, literatura, enciclopédias, etc. 
Um dos destaques do seu acervo físico é a reedição da obra Historia do Futuro de autoria do Padre António Vieyra, escrita no século XVII. Essa reedição, reprodução fac-similar de um exemplar que integra o acervo de obras raras da Biblioteca Publica Arthur Vianna, só foi possível depois de um tratamento eletrônico dos originais, trabalho esse executado durante meses pelo laboratório do Departamento de Microfilmagem e Digitalização de Imagem da Prodepa. 
Recentemente foi implantado o sistema Biblivre, automatizando o registro dos acervos físico e digital, de modo a permitir aos usuários a consulta dos livros existentes, por autor, título e assunto. Além disso, disponibiliza volumes para empréstimos. A requisição de empréstimos de volumes físicos também pode ser feita de forma on-line, pela rede de computadores da própria Empresa. Além do sistema Biblivre, a Biblioteca dispõe de plataformas e-books, para a leitura de livros digitais, instaladas em suas duas cabines, com microcomputadores.